Doenças infantis

Problemas de saúde dos bebês devido ao banho frequente


Antes de o bebê nascer, muitas mães aprendem a cuidar dele e a cuidar dele quando chegamos em casa. Uma das atividades que mais nos empolga, embora também alguma angústia, é o momento de dar banho no bebê pela primeira vez. Embora não seja necessário fazer diariamente, algumas mães fazem com muita frequência, trazendo problemas de saúde para o filho, e são muitosos problemas de saúde dos bebês devido ao banho frequente.

Quando eu faço a consulta pré-natal ou pós-natal pediátrica, ele avisa aos pais que o banho do recém-nascido não deve ser feito pelo menos após os primeiros cinco dias de nascimento, já que é conveniente manter a camada de vermix com queijo com que nascem.

Sua função não é outra senão proteger a pele do bebê de fatores externos de contaminação, germes do meio ambiente que podem atacá-lo e regular e manter sua temperatura corporal. Portanto, o ideal não é dar banho nele nesses dias (há pediatras que até indicam o banho depois dos primeiros 10 a 15 dias, mas para mim, principalmente, parece exagero).

O vermix com queijo é um material gorduroso, amarelado esbranquiçado, com textura parecida com queijo, que cobre a pele do recém-nascido desde o momento em que ele está no útero e consiste em uma mistura de secreções gordurosas de suas glândulas sebáceas e células epidérmicas mortas.

Além disso A pele dos bebês é fina e muito delicada, com pH ao nascimento de 6,5 e com o passar das semanas acidifica-se para pH 5,5 o que lhe confere maior capacidade de defesa; mas se a pele receber banhos frequentes, esse pH é alterado e o bebê ficará suscetível a adquirir doenças de pele ou outras patologias, principalmente de origem infecciosa, como micose, piodermatite, impetigo.

Quando evitamos constantemente que nosso filho esteja em contato com o meio ambiente, com o solo, brinquedos, sujeira para que não se suje ou contamine e, além disso, o damos banho várias vezes ao dia, o que estamos fazendo é que seu sistema imunológico está enfraquecem e, portanto, mais vulneráveis ​​a infecções ou outras patologias de tipo alérgico, como dermatite atópica ou eczema.

Bebês com pele seca, desidratada e escamosa também vêm muitas vezes ao meu consultório e, ao questionarem os pais, eles me dizem que o bebê toma banho mais de uma vez ao dia, pois o vêem suado devido às altas temperaturas, o que gera um limpeza da gordura normal da pele e, portanto, de sua hidratação natural.

Com tudo isso, é importante que cuidemos do nosso bebê, mas saibamos cuidar bem, principalmente no que se refere ao banho. Aqui estão algumas dicas que dou aos pais que vêm ao meu escritório:

- O recém-nascido deve ser banhado pelo menos 5 dias após o nascimento, para Preserve a camada de vermix com queijo.

- Nos primeiros 28 dias (período neonatal) não é necessário dar banhos diários. Eles podem ser diários ou a cada dois ou três dias.

- Até 6 meses lOs banhos também podem ser ocasionais e cuidar de seus genitais sempre que necessário.

- Também a área do pescoço e as dobras dos braços e pernas devem ser limpas, onde o suor se acumula. Mesmo ao nível do pescoço pode haver restos de leite materno ou fórmula, que devem ser removidos diariamente para evitar o crescimento de fungos nessa área.

- EUOs banhos devem ser rápidos com água limpa (filtrada), em temperatura corporal (36 ou 37 graus) e preferencialmente usar sabonete de pH neutro.

- O uso de produtos como xampus, perfumes ou hidratantes não é necessário, a menos que sejam indicados pelo médico para o tratamento da pele seca.

- E antes dos 6 meses, o banho de praia ou piscina não é recomendado.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Problemas de saúde dos bebês devido ao banho frequente, na categoria Doenças da Infância no local.

Vídeo: RECÉM NASCIDO - 10 DICAS INCRÍVEIS PARA MÃES QUE ACABARAM DE TER UM BEBÊ - MACETES DE MÃE (Outubro 2020).